Blog

Amamentação

Sharing is caring!

Quando uma mulher descobre uma gestação, junto vem o sentimento de ambivalência que é uma mistura de sentimentos, ora está triste, depois feliz, confiante e cheia de incertezas.

Quando olhamos para uma mulher grávida, é comum associarmos que ela está feliz e plena, mas muitas vezes ela não está.

Em geral a vinculação inicia-se já na gestação em um aspecto importante para a manutenção do vínculo é a amamentação, que além da importância nutricional, proporciona também um bom desenvolvimento psicológico e emocional para a criança e para a mulher. A amamentação resgata o calor e a segurança que o bebê encontrava no útero da mãe, o desenvolvimento afetivo, é iniciado nesta relação que se estabelece entre mãe e bebê e este começo poderá ser decisivo para criar um vinculo de amor e confiança

Com isso, é importante sabermos que na ocasião em que o bebê nasce é de extrema importância o bebê ser amamentado na primeira hora do seu nascimento, pois a mulher fabrica o colostro que contém os anticorpos necessários para sua vida, por isso, deve-se  incentivar essa mãe, que a amamentação após o parto proporciona nutrientes fundamentais que irão proteger o recém-nascido de doenças fatais e estimular o crescimento e o desenvolvimento.

O psicólogo na amamentação apoia a mãe, nos aspectos emocionais neste período. É essencial que haja a atuação do psicólogo nesta fase da vida da mulher, estimulando as mães à prática da amamentação, informando, conscientizando sobre todos os benefícios e facilidade para seu êxito, assim, promovendo orientações e aconselhamento no pré-natal e pós-parto. Dessa forma o psicólogo, juntamente com uma equipe multidisciplinar se torna responsável pelo sucesso da amamentação, evitando assim possíveis problemas que resultaria em um desmame precoce.

Comentários