Instituto MaterOnline

Diretrizes de Publicação

A natureza da publicação

A editora MaterOnline tem como foco a publicação de e-books de caráter técnico-científico ou de caráter informativo sobre temáticas relacionadas à perinatalidade, parentalidade e desenvolvimento da primeira infância.

A editora MaterOnline aceita publicações de compilados do próprio autor que já tenham sido já publicados em anais de evento ou em periódicos.
A editora MaterOnline não publica dissertações ou teses em sua formatação original. Para que o conteúdo dessas pesquisas possa ser publicado, ele deve ser reconfigurado para se adequar as normas da editora.
A obra deverá ter, no mínimo, trinta páginas, já editadas, para ser considerada um e-book.

Aviso importante

o autor da obra receberá 55% do lucro líquido a cada obra vendida de sua autoria (valor da obra menos os custos a ser pago à distribuidora e outros encargos que possam existir).

A acessória científica

Os ebooks publicados pela MaterOnline são submetidos à aprovação da Acessória Científica Ad-hoc da Editora. A atribuição da Acessória Ad-hoc é decidir pela publicação ou não dos originais que são apresentados pelos autores. A decisão da Acessória Ad-hoc é final e soberana. A resposta, positiva ou negativa, sobre a proposta apresentada será encaminhada ao autor de maneira objetiva, preservando sempre o sigilo de seus consultores.

Normas gerais

  • No caso de Teses ou Dissertações, deve ser considerado, durante sua elaboração, que o trabalho proposto pelo autor almeje a condição de e-book. A linguagem, portanto, deve ser mais fluída e palatável, para atender a caracterização do e-book, sem, contudo, perder a cientificidade do texto. Por isso, ELIMINE notas em excesso, numeração progressiva desnecessária, listas de tabelas, de quadros, de imagens etc. Retire também os longos agradecimentos a órgãos financiadores ou a bancas de defesa. Deve-se tomar cuidado, também, para que não sejam mencionados termos como ‘esta tese’ ou ‘esta dissertação’, já que se trata de uma proposta para e-book.
  • Excluir as informações sobre os autores e outras de cunho acadêmico (como, “Este foi um artigo apresentado no evento…” ou “Capítulo baseado na dissertação de mestrado…”).
  • A apresentação deve possuir formato simples e discreto. Não devem ser utilizados caracteres “fantasia” ou elementos decorativos desnecessários.
  • A obra deve estar completa. Todo o texto que a compõe, capítulos e/ou artigos, deve estar presente no original. Se houver inclusão de imagens ou tabelas, essas devem ser inseridas na obra que será apreciada pela Acessória.
  • Após a aprovação da obra, a editora MaterOnline não aceitará a inclusão de novos textos ou imagens, a não ser que seja solicitado pela própria editora. A única exceção que se faz é para o Prefácio e/ou Posfácio, se houver interesse do autor.
  • O autor deve mencionar todas as fontes de citações e imagens, além de ter autorização legal de uso para toda a ilustração utilizada, respeitando a norma de referências da APA (autor/data no corpo do texto).
  • Para textos já publicados em outros meios, como revistas, por exemplo, será necessária a apresentação de autorização para a sua reprodução no e-book pretendido, com o devido crédito.
  • A Editora MaterOnline será responsável por todo o trabalho editorial, desde a definição do tamanho e formato do e-book, revisão, até a programação visual e a editoração do e-book que implicará em um custo ao autor da obra.
  • A Editora reserva-se o direito de RECUSAR quando necessárias propostas de capa ou de projeto gráfico do miolo do e-book.
  • O título não deve ser longo, já que se trata de um e-book e não de uma tese ou dissertação.
  • O sumário deve ser resumido e simples. Não serão aceitos sumários com subseções extensas.
  • A obra deve ter uma hierarquia de informação baseada no sistema numérico para as seções. Quando a obra chegar na Editoração, esta hierarquia numérica será substituída por estratégias visuais, como uso do negrito, itálico, versaletes ou uso de uma tipografia diferente do restante do texto.
  • Não serão aceitos arquivos em pdf.
  • As imagens devem estar em formatos próprios de imagem, como jpeg, gif, png, tiff etc., devem necessariamente apresentar legenda e fonte. Não serão aceitas imagens salvas em programas como Word, Excell, Powerpoint ou qualquer outro. Todas as imagens estarão sujeitas à avaliação da equipe de Editoração.

Custos da publicação

Uma vez aprovada a obra para publicação, o autor/organizador deverá, necessariamente, submetê-la a uma revisão linguística, a editora MaterOnline possui um revisor credenciado, caso o autor preferir realizar a submissão ao nosso revisor. Em um segundo momento, o autor/organizador ainda deverá submeter a obra ao processo de editoração, a partir de um grupo de designers referendados pela editora MaterOnline.

Os custos dos serviços de revisão linguística e de editoração deverão ser assumidos pelo autor/organizador, visto que tais serviços não são feitos pela editora MaterOnline, mas esta indica profissionais competentes e conhecedores das normas e dos estilos da editora. 

Normas para apresentação de originais

Antes de enviar seu material à editora MaterOnline, siga as seguintes especificações técnicas. As propostas que estiverem fora das normas não serão aceitas.

Devem ser encaminhados à Editora via e-mail

  • um arquivo em formato .doc ou .docx (Word), na qual conste toda a autoria (autor(es)/organizador(es) na primeira página; se coletânea, autoria em cada capítulo);
  • um arquivo em formato .doc ou docx (word) sem qualquer autoria (buscando imparcialidade na avaliação dos originais, esta é a versão que será enviada aos pareceristas);
  • o Protocolo de Entrega do Manuscrito (ver anexo) devidamente preenchido, sendo assinada pelo(s) autor(es)/organizador(es) em formato pdf.

A proposta será submetida à avaliação textual, para, posteriormente, dependendo do resultado da primeira avaliação, ser encaminhada a Assessores Científicos Externos.
Como já se mencionou anteriormente, teses e dissertações podem ser publicadas desde que sua natureza e sua forma sejam alteradas para configuração de e-book. O fato de a tese ou a dissertação já ter sido aprovada por uma banca examinadora, no ato da sua defesa, não significa que ela esteja adequada à publicação. O autor deve adequar o original de sua obra às especificações listadas abaixo, válidas também a TODAS as propostas de publicação.

Submissão dos originais

É necessário seguir rigorosamente os critérios apontados pela editora para a submissão dos originais.

Os direitos são reservados à Editora MaterOnline pelo período de 10 (dez) anos.

Caberá exclusivamente ao autor providenciar as autorizações para a utilização de imagens.

Se seu e-book envolver questões de ordem ética, caberá ao autor providenciar o Parecer de Aprovação do Comitê de Ética

O autor que tiver seu e-book aprovado pelo Comitê Editorial do MaterOnline, deverá atender aos prazos estipulados para fazer as eventuais alterações em seu texto. Caso esses prazos não sejam cumpridos, o autor deve estar ciente de que outro e-book entrará na linha de prioridade da editora.

Atenção

após a entrega do original à editora materonline, não será mais possível fazer qualquer forma de acréscimo ou supressão no texto.

Etapas de análises dos originais propostos

Análise pertinente aos aspectos discursivos e normativos, em que a editora se reserva ao direito de retornar o original ao autor caso haja a necessidade prévia de uma revisão.

Avaliação de, no mínimo dois Assessores Científicos Externos, pertencentes à área de interesse e de competência reconhecida no meio acadêmico-científico.

Análise do Conselho Editorial, fundamentado nas indicações dos Assessores Externos, para avaliar a pertinência ou não da publicação da obra com base no tema, estrutura, conteúdo, possível público-alvo, mercado e atendimento à linha editorial da MaterOnline.

Após as avaliações, caso tenha sido aceito para publicação, o autor fará os eventuais ajustes indicados pelos Assessores Externos. Os ajustes deverão ser feitos em vermelho e deverá ser enviado ao e-mail [email protected] e no assunto do e-mail inserir o título do e-book e entre parênteses a palavra (ajustes).

Etapas de edição do original

o texto passará por uma verificação das normas linguísticas. Nesta fase, o texto ainda poderá retornar ao autor para dirimir eventuais dúvidas discursivas. Após este retorno, o arquivo será enviado à editoração e NÃO mais será possível modificá-lo.

o autor terá contato com o responsável pela editoração, oportunidade em que discutirá propostas de capas e de projeto editorial. Após a editoração do miolo do e-book, o autor receberá o arquivo por e-mail para revisar aspectos referentes à editoração do e-book.

apesar de o autor ter a oportunidade de revisar a prova da gráfica, é preciso respeitar que essa NÃO pode mais sofrer alterações estético-conceituais. A única modificação possível nesta etapa será quando houver falhas nos aspectos técnicos da edição.

Preparação do texto original

Arquivos digitalizados em Word, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 cm entrelinhas e parágrafos (exceto citações e notas de rodapé), com margens justificadas, inclusive nas referências. As páginas devem ser configuradas no formato A4, com 3 cm nas margens superior e esquerda e 2 cm nas margens inferior e direita, e todas numeradas.
NÃO inserir espaço entre os parágrafos.
Citações diretas, com recuo, deverão ser digitadas em fonte tamanho 10 e espaçamento simples.
Notas de rodapé deverão ser digitadas em fonte tamanho 10 e espaçamento simples.

O título deve ser separado do texto que o sucede por um espaço de entrelinha 1,5 cm, e subtítulos devem ser separados do texto que os precede e do que os sucede por um espaço de entrelinha 1,5 cm. Capítulos iniciam em nova página.

1 TÍTULO NÍVEL 1 DESENVOLVIMENTO (CAIXA ALTA EM NEGRITO)

1.1 Título Nível 2 (Primeiras Letras em Maiúsculo, em Negrito)

1.1.1 Título Nível 3 (Primeiras Letras em Maiúsculo, em negrito)

1.1.1.1 Título nível 4 (Somente a primeira letra da primeira palavra em maiúsculo, em negrito)

1.1.1.1.1 Título nível 5 (Todo em itálico – Somente a primeira letra da primeira palavra em maiúsculo)

Listar somente a primeira Sessão (NÍVEL 1), não indicar itens e subitens.
Se for coletânea, indicar apenas os nomes dos capítulos e os autores.

As notas devem ser reduzidas ao mínimo e apresentadas no pé da página, com fonte tamanho 10, espaçamento entrelinhas simples e parágrafo justificado.

Nas citações feitas no corpo do texto

Os exemplos descritos a seguir servem como base de apoio para a organização de seu e-book. Utilize o Publication Manual of the American Psychological Association (2010, 6ª edição) para verificar as normas para outras referências e tirar suas dúvidas.

Citação de artigo de autoria múltipla

• Artigo com dois autores: cite os dois nomes sempre que o artigo for referido.
• Artigo com três a cinco autores: cite todos os autores na primeira referência; da segunda referência em diante utilize sobrenome do primeiro autor seguido de “e cols.” e da data, caso seja a primeira citação no parágrafo.
• Artigo com seis ou mais autores: cite apenas o sobrenome do primeiro autor, seguido de “e cols.” e da data. Porém, na seção de Referências todos os nomes dos autores deverão ser relacionados.

Citações de obras antigas e reeditadas

Utilize o seguinte formato: Autor (data de publicação original / data de publicação consultada).

Citação secundária

Trata-se da citação de um artigo discutido em outra publicação consultada, sem que o original tenha sido utilizado. Por exemplo: “Piaget (1932, citado por Flavell, 1996) …”. Na seção de referências citar apenas a obra consultada (no caso, Flavell, 1996).

NOTA: Citações com menos de 40 palavras devem ser incorporadas no parágrafo do texto, entre aspas. Citações com mais de 40 palavras devem aparecer sem aspas em um parágrafo no formato de bloco, com cada linha recuada 4 espaços da margem esquerda. Citações com mais de 500 palavras, reprodução de uma ou mais figuras, tabelas ou outras ilustrações devem ter permissão escrita do detentor dos direitos autorais do trabalho original para a reprodução. Omissão de material de uma fonte original deve ser indicada por três pontos (…). A inserção de material tais como comentários ou observações, deve ser feita entre colchetes. A ênfase numa ou mais palavras deve ser feita com fonte sublinhada, seguida de [grifo nosso].

Atenção: Não use os termos apud, op. cit, id. ibidem, e outros. Eles não fazem parte das normas da APA.

Abreviações em Latim: Use as seguintes abreviações de Latim apenas em texto entre parêntesis; em texto sem parêntesis, use a tradução em português destes termos: cf. = compare; i.e. = isto é ; e.g. = por exemplo; viz. = ou seja; etc. = e assim por diante; vs. = versus, contra.

Inicie uma nova página para a seção de Referências. Apenas as obras mencionadas no texto devem aparecer nesta seção. Continue utilizando espaço 1,5 e não deixe um espaço extra entre as citações.

As referências devem ser citadas em ordem alfabética pelo sobrenome dos autores, de acordo com as normas da APA.

Em casos de referência a múltiplos estudos do mesmo autor, utilize ordem cronológica, ou seja, do estudo mais antigo ao mais recente desse autor. Nomes de autores não devem ser substituídos por travessões ou traços.

Exemplos para organização das Referências

Autor Entidade

American Psychiatric Association. (2013). Diagnostic and statistical manual of mental disorders (5th. ed.). Arlington, VA: American Psychiatric Publishing.

Branco Central do Brasil. (2003). Anuário de crédito rural. Recuperado em 10 novembro, 2003, de http://www.bcb.gov.br/htms/CreditoRural/2001/rel53211.pdf

Artigo com DOI

Porto, L. A., Carvalho, F. M., Oliveira, N. F. de., & Neto, A. M. S. (2006). Associação entre distúrbios psíquicos e aspectos psicossociais do trabalho de professores. Rev. Saúde Pública , 40(5), 818-826. doi: 10.1590/S0034-89102006005000001

Roth M., Gurney, C., Garside, R., & Kerr, T. (1972). Studies in the classification of affetive disorders. Brit. J. Psychiatry, 121(561), 147-61. doi: 10.1192/bjp.121.2.147

Artigos sem DOI

Tavares, J. P., Beck, C. L. C., Magnano, T. S. B. de S., Greco, P. B. T., Prestes, F. C., & Silva, R. M. da. (2011). Produção científica sobre os distúrbios psíquicos menores a partir do Self Report Questionnarie. Revista de Enfermagem da UFSM, 1(1),113-123. Disponível em https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/2091

Thornicroft, G., Maingay, S. (2002). The global response to mental illness: An enormous health burden is increasingly being recognised. BMJ: British Medical Journal, 325(7365), 608. Retrieved from https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1124145/

Dissertação ou Tese

Santos, M.E.S.B. (2002). Transtornos mentais comuns em pacientes com AIDS que fazem tratamento com anti-retrovirais no Estado de São Paulo. (Dissertação de Mestrado) Faculdade de Medicina. Universidade de São Paulo. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=000102&pid=S0100-5502200800010000300017&lng=en

Alves, L. B. (2010). Analise da sustentabilidade ambiental em estabelecimentos agrícolas em Goiás (Tese de Doutorado, Universidade Federal de Goiás). Disponível em http://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tde/330/1/Tese_Doutorado_Luiz_Batista_Alves.pdf

Nogueira, E. E. S. (2000). Identidade organizacional – um estudo de caso do sistema aduaneiro brasileiro. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

Livros

Goldberg, D., Huxley, P. (1992). Common mental disorders: a bio-social model. London: Tavistock.

Karasek, R. A., & Theorell, T. (1990). Healthy work: stress, productivity and the reconstruction of working life. New York: Basic Books.

Kendell, R. E., & Zealley, A. K. (1983). Companion to Psychiatry Studies. Churchill Linvingstone, Edinburgh.

Toffler, A. (1994). O choque do futuro (5a ed.). Rio de Janeiro: Record.

Freud, S. (1977). Histeria. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (J. Salomão, trad., Vol. 1, pp. 77-102). Rio de Janeiro, RJ: Imago. (Trabalho original publicado em 1888)

Capítulo de livro

Tófoli, L.F.F. (2006). Transtornos somatoformes, síndromes funcionais e sintomas físicos sem explicação. In: Lopes, A.C.(Org.). Tratado de clínica médica. São Paulo: Roca.

Vianna, C. P. (2013). A feminização do magistério na educação básica e os desafios para a prática e a identidade coletiva docente. In: Yannoulas, S. C. (coord.). Trabalhadoras: análise da feminização das profissões e ocupações (pp. 159-180). Brasília: Editorial Abaré.

Wastson, M. W. (1994). Vector autoregressions and cointegration. In R.F. Engle, & D. L. McFadden (Ed.). Handbook of Econometrics (Vol. 4, Chap. 47, pp. 2843-2915). Amsterdam: Elsevier.

Caso haja apêndices e/ou anexos, indicar após as referências finais.

Indicar apêndices quando for elaborado pelo próprio autor do e-book.

Indicar anexo quando forem dados retirados de outro autor (não pode ser alterado).